fbpx

Taça Corcovado 2016: muitos gols e final polêmica

The following two tabs change content below.

No tribunal, assim que terminou a Taça Corcovado 2016, após denúncia de manipulação de resultados e irregularidades de jogadores. Por outro lado, dentro das quatro linhas, o campeonato foi acirrado com 199 gols, em 77 partidas.

Polêmica marcou a final da competição (Foto: Agência Ferj)

Grupo A: Disputa ponto a ponto pelo 2º lugar

O atrativo da chave foi o confronto entre o Itaboraí e o Audax Rio, para definir a  última vaga para a fase seguinte da competição. Com o mesmo número de vitórias empates e derrotas as duas equipes decidiram a vaga no quesito saldo de gols. O Itaboraí computou 10 de saldo enquanto o Audax Rio ficou com 11 . O primeira colocação da chave ficou com o Americano com 22 pontos.

Grupo B: invencibilidade e situações inusitadas

Os dois primeiros colocados do grupo B, Campos e o Olaria não perderam nenhum jogo dos oito disputados. O Campos conquistou 6 vitórias e 2 empates, enquanto o Azulão ganhou 5 partidas e empatou 3.

Pelo outro lado da tabela, o Belford Roxo, penúltimo colocado, contabilizou saldo de gols de -29, com 0% de aproveitamento e o Angra dos Reis último colocado recebeu uma punição do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) e computou -1 ponto.

Semifinais disputadas

Nas semifinais o Olaria encarou o Americano (1×1), no primeiro jogo e (3×1) para o time de Campos dos Goytacazes no jogo de volta. E pela segunda semifinal, entre Campos e Audax se enfrentaram, no primeiro confronto o Campos levou a melhor(3×1) e o Roxinho sacramentou a vitória por(1×0) no segundo jogo.

Final polêmica

Na final, depois de um (0x0) no jogo de ida, o Campos se tornou campeão após um (3×1) contra o Americano. Porém no dia seguinte,  o TJD cancelou a final, e consequentemente o triangular, que ia definir os dois clubes que disputariam a  seletiva para série A de 2017. Por consequência o único time que garantiu participação no torneio foi o Nova Iguaçu, campeão da taça Santos Dumont.

Comentários