Alerj aprova lei que prevê árbitro de vídeo no Carioca

The following two tabs change content below.

A Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou na última terça-feira (5), a utilização do árbitro de vídeo em jogos do Campeonato  Carioca. Foram 29 votos favoráveis, 13 contrários e sete abstenções. O texto agora vai para as mãos do governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 dias úteis para sancionar ou vetar.

Árbitro de vídeo foi aprovado na Alerj e deve ser utilizado na Série A do Carioca (Foto: Fernando Torres / CBF)

Apesar de aprovado há uma contradição no texto por conter parte que a qualifica como “determinação”, que a transformaria em medida obrigatória, mas em outros pontos é tratada como “autorizativa”, o que a tornaria facultativa. Em entrevista ao portal Terra o autor do projeto, o deputado Samuel Malafaia (PSB) reconheceu a contradição, mas deixou a resolução do problema com o governador Luiz Fernando Pezão.

No texto publicado em seu site oficial a Alerj informou, que a norma valerá apenas para as partidas da primeira divisão, a partir de 180 dias após a entrada em vigor da lei, e só ocorrerá quando o recurso tecnológico for implementado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que inclusive, deverá arcar com os custos. Ainda de acordo com o comunicado, o descumprimento poderá acarretar penalidades que vão de multa de R$ 50 mil até o adiamento da partida.

Compartilhe

Comentários

Mostrar
Enconder